Contabilidade para o Mercado Digital

A internet oferece inúmeras oportunidades, e tem muita gente faturando alto com isso. Abrir uma empresa é o melhor caminho para conquistar uma fatia desse mercado cada vez maior, e a contabilidade para o mercado digital será fundamental para você, empreendedor.

Mas como atuar nesse mercado digital? Vale mesmo à pena abrir uma empresa legalizada para trabalhar na internet? Quais são as vantagens? Como abrir uma empresa para o mercado digital? São respostas que o portal Quero Abrir Empresa traz para você, neste conteúdo preparado por nossos especialistas em mercado digital.

O que é mercado digital?

Você consegue se imaginar sem a internet na sua vida? Seria tranquilo passar dois ou três dias totalmente desconectado? A verdade é que a gente não consegue sequer imaginar como viveria sem a internet, mesmo porque ela se tornou indispensável no nosso dia a dia.

Seja para falar com a família e amigos, para trabalhar, para ler notícias, para ouvir músicas e ver filmes e, claro, para fazer compras e consultar nosso extrato bancário, é impossível viver hoje desconectado.

Há um gigantesco mercado que se vale da internet, desde o comércio eletrônico em geral ao uso de aplicativos, passando pela contratação de transporte urbano, aulas virtuais, consultas médicas, aluguel de filmes e acesso à música, entre tantos outros exemplos.

Esse é o mercado digital, um ecossistema de profissionais e soluções que depende apenas do clique do seu dedo (e do seu cartão de crédito, é claro).

Esse mercado só cresce dia a dia, gerando mais e mais oportunidades para empreendedores de todos os tipos e prestadores de serviços.

Os principais nichos do mercado digital

  • E-commerce (lojas online);
  • Economia compartilhada (como o Uber);
  • Programação e desenvolvimento (aplicativos e softwares);
  • Marketing digital;
  • Segurança da informação;
  • Criação de conteúdo (texto, imagem e som – encaixa-se, aí, os influenciadores digitais e YouTubers);
  • Produtores digitais (infoprodutores: e-books, vídeos, aplicativos, etc);
  • Afiliados (programa de vendas dos produtores digitais);
  • Freelancers (redatores, marqueteiros, tradutores, ilustradores, fotógrafos, etc);
  • Análise de dados (web analytics).

Por que você precisa de um contador?

Vamos por partes. É verdade que você pode entrar no mercado digital como autônomo, e ainda assim você terá que prestar contas do dinheiro recebido.

O leão do imposto de renda exige isso de empresas e de profissionais autônomos, não se engane. Mas será que vale à pena se manter como autônomo em um mercado digital cada vez mais forte e maior?

A resposta é: não. Como empresa legalizada, as possibilidades são muito maiores e, consequentemente, os resultados também. Legalizado, você poderá emitir nota fiscal e isso é uma própria exigência do mercado.

Além disso, os impostos sobre os rendimentos da pessoa física são altos, e você não vai optar pela sonegação porque as consequências podem ser bem ruins.

Portanto, abrir uma empresa é fundamental para que você cresça e apareça no mercado digital. Um empresa legalizada traz credibilidade, e isso é muito importante.

Botão Whatsapp

Mas, e o contador?

A legislação brasileira determina que toda empresa é obrigada a contratar um contador ou uma assessoria contábil, à exceção de uma microempresa individual (MEI). Cumprir a lei já seria um bom motivo para contar com os serviços de um contador, certo?
Mas a contabilidade para o mercado digital é fundamental e ajuda nos resultados da empresa. Já foi o tempo que o contador se preocupava apenas com as burocracias cotidianas.

Hoje, além de cumprir com essas obrigações, a contabilidade atua com foco no resultado, apoiando a gestão e fornecendo informações profundas para a tomada de decisões. É uma contabilidade consultiva, de resultados.

A contabilidade para o mercado digital é essencial porque apoia a gestão da empresa. Cabe à contabilidade para o mercado digital promover uma ampla gestão financeira, um profundo planejamento tributário e auxiliar o empreendedor a alcançar os melhores resultados.

Vamos aprofundar um pouco esse assunto?

Contabilidade para afiliados

O mercado digital conta com infinitas ofertas de infoprodutos, como ebooks, apostilas, cursos, videoaulas, screencasts, aplicativos e kits, entre tantos outros.

Participar de um programa de afiliados é vender esses produtos, e essa pode ser uma excelente oportunidade de negócio, bem lucrativa e ao alcance de qualquer um.

Para ser um afiliado basta ter 18 anos ou mais, uma conexão à internet, um computador e, claro, muita disposição. Uma rede de contatos e um networking rico ajuda muito a prosperar neste mercado. O fato é que esse mercado é gigantesco, o faturamento é alto e muita gente está se beneficiando disso.

Mas o que tem a ver contabilidade para o mercado digital e programa de afiliados? Tudo! Muita gente está faturando alto com comissões, e é preciso prestar contas ao leão, lembra?

Vantagens de contratar um Contador para o Mercado Digital

Como autônomo, a alíquota do imposto de renda pode chegar a 27,5%, dependendo do valor recebido. Isso mesmo, quase 30% pode ir embora em imposto. Por meio de uma empresa adepta do Simples Nacional, por exemplo, o imposto será bem menor. Isso já não é uma grande vantagem?

E mais: plataformas de vendas de infoprodutos, como Hotmart, Monetizze e Eduzz, pagam as comissões e podem exigir nota fiscal. Nestas plataformas, contas de pessoas físicas tem funcionalidades limitadas e, às vezes, até restritas, e isso certamente vai influenciar no seu resultado.

Não tenha dúvidas de que formalizado, por meio de uma empresa constituída, será muito mais fácil receber suas comissões e ganhar muito mais!

Muita gente começa trabalhando como pessoa física, mas isso certamente limita os ganhos. Essas plataformas intermediadoras entre infoprodutores e afiliados repassam as comissões e quando pagam para uma pessoa física precisam reter o imposto de renda, caso ultrapasse o limite estabelecido em lei.

Por isso, a partir de um certo faturamento exigem que a pessoa abra uma microempresa.

A contabilidade para o mercado digital, voltada para empresas que participam de programas de afiliados, vai fazer um planejamento tributário para que a empresa pague o menor valor possível em impostos, dentro da legalidade, claro.

Além disso, cuidará da parte fiscal, contábil e trabalhista, mitigando possíveis riscos.

Afiliado pode ser MEI?

Até 2018, os afiliados podiam se formalizar como microempreendedores individuais (MEI), mas desde o começo de 2019 esse enquadramento deixou de ser possível. A grande vantagem de ser MEI é o imposto mensal, até R$ 60,00, independente do faturamento.

Mas uma MEI não pode faturar mais do que R$ 81 mil anuais e tem permissão para contratar apenas um funcionário. Isso significa que a possibilidade de crescimento esbarra em um faturamento médio mensal de R$ 6.750,00, e os ganhos com a venda de infoprodutos pode gerar muito mais em comissões.

Aqueles que eram afiliados e tinham uma MEI migraram para a microempresa (ME).

Contabilidade para infoprodutores

Falamos dos afiliados, agora é hora de abordar a contabilidade para o mercado digital de infoprodutores. Os infoprodutores são aqueles que produzem e-books, cursos online, dão aulas online, criam aplicativos e outros. Eles produzem e vendem seus produtos, certo? Então podem faturar alto, muito mais que os afiliados.

Tudo o que falamos sobre contabilidade para o mercado digital para afiliados cabe para infoprodutores. A necessidade de se constituir como empresa é a mesma para o infoprodutor, e as vantagens também.

O mercado que ele poderá alcançar passando nota fiscal e respaldado por uma empresa formalizada é muito maior e promissor.

A contabilidade para o mercado digital de infoprodutores tem algumas questões particulares, que merecem toda a atenção de uma gestão contábil. Um infoprodutor pode produzir um curso para venda e, também, dar aulas online, certo?

esse caso, ele deve pagar ICMS pela venda do produto ou ISS pela prestação do serviço? O que fazer para pagar somente o que for devido pela legislação tributária? Como pagar o menor imposto possível?

Essas são perguntas que serão respondidas pelo contador, que fará uma gestão fiscal, contábil e tributária para manter a empresa em dia com suas obrigações, pagando o menos possível em impostos e, assim, faturando mais.

 

Botão Whatsapp

Abrir uma empresa para o mercado digital é tarefa do contador

É o contador o profissional responsável pela legalização de uma empresa. Além de dar conta de todas as obrigações burocráticas para tal, ele vai lhe orientar sobre a natureza jurídica da empresa e o regime tributário.

Também vai preparar o seu contrato social e definir questões importantes como, por exemplo, o pró-labore para os sócios.

É importante observar que a abertura de uma empresa não é tão somente uma gincana burocrática. É nesse momento que serão definidas questões primordiais sobre o negócio, e a consultoria de um contador será fundamental para as melhores escolhas.

Optar por um regime tributário inadequado pode gerar mais impostos e menos lucros, por exemplo.

Os pilares da gestão financeira para o mercado digital

O contador vai cuidar de todas as obrigações burocráticas e cotidianas, e isso é importante para que não haja multas e consequente cobrança de juros. Mas o trabalho da contabilidade para o mercado digital vai muito além disso.

A gestão fiscal, por exemplo, é absolutamente relevante para o seu negócio. Mais do que isso, é fundamental. Controlar notas fiscais, demonstrações contábeis, fluxos de caixa e demais obrigações acessórias é urgente porque é preciso atender a todas as obrigações legais, sejam elas tributárias ou fiscais, para que o negócio se mantenha legal.

A contabilidade para o mercado digital vai promover uma ampla gestão fiscal visando o respeito à legislação, o pagamento de menos tributos e é voltada para o crescimento da empresa.

Por meio de seus números e análises, o empreendedor poderá tomar decisões gerenciais mais assertivas, por exemplo, e isso vai influenciar no próprio resultado atingido.

Planejamento tributário, um assunto importante

O que é planejamento tributário? Esse é outro assunto que será prioritário para o contador e que influenciará diretamente no lucro da sua empresa. Tributo é o imposto que toda a empresa precisa pagar, e o planejamento tributário é a busca pelo melhor sistema tributário.

Em resumo, o contador vai estudar a carga tributária que o seu negócio sofre e como pagar a menor quantidade possível de impostos. E isso tem tudo a ver com o lucro, não é verdade? Quanto menos imposto pago, maior será o lucro real da empresa.

Devo contratar um contador especializado?

É claro que sim, e isso não vai lhe custar mais. Uma contabilidade para o mercado digital especializada poderá trazer resultados ainda melhores, já que um especialista conhece profundamente o assunto e saberá tirar melhor proveito da contabilidade a favor de seu negócio.

A contratação de um contador ou uma assessoria contábil é obrigatória por lei, e isso terá que ser feito mesmo. Por que, então, não procurar um escritório contábil especializado em contabilidade para o mercado digital?

O portal Quero Abrir Empresa tem expertise em contabilidade para o mercado digital

O portal Quero Abrir Empresa é especialista em contabilidade para o mercado digital. Sabemos exatamente do que você precisa para abrir uma empresa voltada para o mercado digital, seja ela uma afiliada, uma infoprodutora ou um e-commerce, entre tantas outras possibilidades que a internet oferece.

Nosso processo de legalização é rápido e certeiro, e mais barato também. É importante ressaltar que vamos muito além da legalização em si, apoiando e orientando o empreendedor em todo o processo, avaliando suas necessidades e encontrando os melhores caminhos.

Também somos especialistas em contabilidade voltada para os resultados, e tenha certeza de que isso pode fazer toda a diferença.

Fale agora com um de nossos especialistas. Estamos prontos para lhe apoiar em todo o país. Nossa larga experiência está à sua disposição.

Botão Whatsapp

Preciso Abrir Empresa
Open chat