Como abrir uma empresa em Osasco

Se você está aqui, é porque, assim como muitos brasileiros, você tem o sonho de abrir um negócio próprio. E é exatamente para ajudar pessoas como você que fizemos esse guia de como abrir uma empresa em Osasco.

Empreender começa com sonhar, imaginar-se dono de um negócio próprio, com liberdade financeira e tudo o que isso envolve.

Em seguida, vem uma questão importantíssima: como abrir um CNPJ em Osasco? A resposta nem sempre agrada: isso começa pelo planejamento.

Nós sabemos que é muito difícil conter a emoção e planejar, e por isso esta é uma etapa muito negligenciada.

Mas, ter o máximo de informações possível sobre seu negócio pode ser a chave para iniciar uma empresa de sucesso, por isso, comece por aí!

Neste guia de como abrir uma empresa, você vai encontrar informações sobre valores das taxas, tipos de empresa e diversas informações importantíssimas para o seu negócio.

Comece agora mesmo a leitura do nosso guia de como abrir uma empresa em Osasco e fique um passo mais perto da realização do seu sonho!

   Botão Whatsapp         

Sobre Osasco

Osasco é uma grande cidade da Região Metropolitana de São Paulo, cerca de 20 quilômetros distante da capital. Sua localização privilegiada potencializa os negócios locais.

O município pertence ao estado de SP que tem como capital a cidade de São Paulo, e fica localizada a 82 km de Sorocaba, a 87 km de Mauá e a 311 km de Ribeirão Preto.

Sua população estimada pelo IBGE [2020] é de 699.944 pessoas, sendo a sexta cidade mais populosa do estado e 26ª do Brasil.

Seu PIB per capita foi de R$ 109.936,21 em 2018, sendo o 14º maior no estado de São Paulo. Sua principal atividade econômica está na indústria, comércio e serviços.

A cidade é o 2º maior centro de comércio do Estado de São Paulo, além de um dos melhores municípios do estado para se investir.

Existem mais de 65 mil empresas na cidade, que também é sede de grandes empresas de logística e inovação.

Segundo a Casa do Empreendedor, 300 pessoas conseguem abrir empresa em Osasco todos os meses.

A prestação de serviços na área da saúde é essencial para esta grande população e traz também ótimas oportunidades para quem quer empreender

Outra opção de atuação é no cuidado à população pet, que inclui a abertura de clínicas veterinárias, pet shops e diversas outras opções de serviços.

Também é possível realizar o sonho de empreender atuando no setor alimentício, com a abertura de restaurantes ou bares.

Além disso, a infraestrutura local possibilita montar negócio no mercado digital. Isso é ótimo para quem quer abrir um e-commerce ou se tornar youtuber.

Faça parte do time de empreendedores de Osasco ao abrir negócio na cidade.

Que tipo de empresa abrir em Osasco

Planejamento para abrir um negócio

O processo de empreender normalmente começa com uma ideia, com a incubação dessa ideia, que pode durar anos, com a coragem para tirar o projeto do papel e com a execução do plano.

Quando o empreendedor consegue criar coragem, fica cheio de empolgação e quer logo começar a executar tudo.

Porém, parar e planejar a abertura do negócio pode ser um definidor quanto ao sucesso ou fracasso de sua empresa ou projeto.

Por isso, é essencial fazer um plano de negócio, escrevendo os objetivos e os caminhos que você pretende percorrer para alcançá-los. 

Com isso, você conseguirá diminuir as incertezas e riscos no caminho e ainda poderá descobrir se seu negócio é viável ao levar em consideração o mercado, operações, estratégia e gestão financeira. 

Analisando o mercado

Uma etapa muito importante para o seu planejamento é conhecer quem são seus concorrentes, fornecedores e possíveis clientes.

Você também precisa descrever em detalhes os produtos ou serviços que serão oferecidos por sua empresa.

Posicionamento do produto

Conhecer seu público-alvo é essencial para saber se os produtos ou serviços correspondem às expectativas.

Com isso, você vai poder ter noção de como ele será visto pelo mercado e terá informações para desenvolver um bom plano de marketing para o seu negócio.

Plano operacional e plano financeiro

No plano operacional, você vai descrever a estrutura da empresa e estimar a capacidade produtiva ou de atendimento. 

Com isso, você também conseguirá planejar a quantidade e as funções de cada funcionário a ser contratado.

O plano financeiro é um levantamento de custos iniciais, despesas, receitas, capital de giro, fluxo de caixa e lucros. Essas informações vão mostrar se o negócio é viável financeiramente.

Quanto Custa a abertura de uma empresa

O empreendedor precisa ter consciência de que terá que pagar algumas taxas para registrar sua empresa.

Abaixo, você confere quais são e quais os valores das taxas. Assim, poderá ter uma noção do valor inicial de registro para o seu caso.

Custos abertura de empresa

O que abrir na cidade de Osasco?

Se você quer saber como abrir uma empresa em Osasco, também deve estar pensando sobre as áreas mais promissoras para a abertura de empresa.

O mercado digital traz ótimas opções para quem quer abrir um negócio. Embora seja uma novidade e muitos não levem a sério, é possível ganhar muito dinheiro online.

Concentrar um público nas redes sociais distribuindo conteúdo, pode ser uma técnica muito eficiente, desde que tenha uma boa estratégia e foco. Esta é a forma de se tornar um influencer digital, por exemplo.

Os youtubers são prova disso. É possível ganhar muito dinheiro ao monetizar os vídeos do seu canal no YouTube por meio do Google AdSense e também transmitindo jogos online na Twitch, como Grand Theft Auto (GTA), Counter Strike e Call of Duty, por exemplo, além da possibilidade de patrocínios.

Também há muito espaço para a atuação dos afiliados e infoprodutores, que atuam como produtores digitais ou coprodutor nas plataformas de distribuição de conteúdo como Hotmart, Monetizze, Eduzz e Kiwify e utilizam plataformas como E-notas e Notazz para fazer a emissão de Notas Fiscais.

O empreendedor ainda pode abrir um e-commerce, tanto com a criação do site e hospedagem na Shopify, Wix e Magento quanto nos grandes marketplaces, como Mercado Livre, Magazine Luiza e Americanas.

No mercado tradicional, médicos e dentistas têm ótimas opções de abertura de empresas na área da saúde: clínicas médicas e odontológicas e consultórios médicos.

Outra ótima opção é a abertura de empresas de consultoria, que são as áreas dos advogados e das consultorias de RH.

Há ainda a possibilidade de investir na abertura de empresa de comércio em loja física, uma atividade que ainda tem muito fôlego perante o avanço do mercado digital.

Qual o prazo para abrir uma empresa em Osasco

O tempo de abertura de empresa varia de acordo com o tipo de empresa que o empreendedor pretende iniciar.

Se a atividade da empresa que você quer abrir está na lista das permitidas no Microempreendedor Individual (MEI), você terá mais agilidade.

Você vai precisar fazer o cadastro no portal do governo e, se não tiver nenhum erro no preenchimento, o sistema já vai disponibilizar para download o CCMEI – Certificado da Condição de Microempreendedor Individual.

O sistema já emite o CNPJ e as guias do INSS e você já pode iniciar suas atividades em alguns minutos.

Agora, se você quer abrir outro tipo de empresa, vai precisar passar por todas as etapas de registro. Isso faz com que o processo demore um pouco mais.

A boa notícia é que há iniciativas governamentais para aumentar a agilidade na hora da abertura de empresa. Hoje, é possível fazer todo o processo por meio do Balcão Único

No terceiro quadrimestre de 2020, para abrir uma empresa, o empreendedor levava em média 2 dias e 13 horas, de acordo com um boletim do governo. Em 2019, demorava 5 dias e 9 horas.

   Botão Whatsapp         

Conheça os tipos de empresa (Natureza Jurídica)

O empreendedor que quer saber como abrir uma empresa em Osasco  precisa conhecer os tipos de empresa, ou as Naturezas Jurídicas possíveis.

O empreendedor pode abrir uma empresa em Osasco individualmente ou em uma sociedade. Confira as características dos tipos de empresa:

Microempreendedor Individual – MEI

O MEI é a forma mais simples e rápida de abrir uma empresa no Brasil, e embora seja a primeira opção para muitos empreendedores, nem todos podem abrir MEI.

Essa modalidade de empresa foi criada para prestadores de serviços e autônomos saírem da informalidade. Por isso, ela tem atividades limitadas. Conheça mais sobre o MEI:

  • Limite de faturamento: R$ 81 mil por ano, o que corresponde a R$ 6.750 por mês;
  • Não pode ter sócios nem participar de outra empresa como sócio ou titular;
  • Limite de um funcionário, que pode receber até um salário mínimo ou o piso da categoria;
  • Os impostos são pagos todo mês de forma unificada, de acordo com a categoria: comércio ou indústria – R$ 56; prestação de serviços – R$ 60; comércio e serviços juntos – R$ 61;
  • Isento de impostos federais;
  • Direitos: auxílio-maternidade, afastamento remunerado por problemas de saúde; aposentadoria; cobertura da Previdência Social para o empreendedor e a família; 
  • Apenas as atividades que constam nessa lista podem ser MEI.

Empresário Individual – EI

A categoria Empresário Individual não tem restrições como o MEI. Veja os principais pontos sobre ela:

  • Sem capital social mínimo para a abertura de empresa nem limite de contratação de funcionários;
  • Se for enquadrada como Microempresa (ME), pode faturar até R$ 360 mil;
  • Se for enquadrada como Empresa de Pequeno Porte (EPP), pode faturar até R$ 4,8 milhões;
  • Pode ser enquadrada no Simples Nacional e simplificar o recolhimento de impostos;
  • A empresa só pode ser transferida para outro titular em caso de falecimento ou autorização judicial;
  • O empreendedor responde com os bens pessoais em caso de dívidas empresariais.

Empresa Individual de Responsabilidade Limitada – EIRELI

A EIRELI é um tipo de empresa individual que protege o patrimônio pessoal do empresário. Saiba mais sobre ela: 

  • Capital social mínimo de 100 salários mínimos vigentes;
  • Não tem limite de contratação de funcionários;
  • Se for enquadrada como Microempresa (ME), pode faturar até R$ 360 mil;
  • Se for enquadrada como Empresa de Pequeno Porte (EPP), pode faturar até R$ 4,8 milhões;
  • Pode ser enquadrada no Simples Nacional e simplificar o recolhimento de impostos;
  • O empreendedor tem seus bens pessoais protegidos em caso de dívidas empresariais.

Sociedade Limitada Unipessoal

A Sociedade Limitada Unipessoal é um tipo de empresa em que os bens do empreendedor são protegidos sem a necessidade de um grande capital social. Conheça:

  • Capital social flexível;
  • Não tem limite de contratação de funcionários;
  • Se for enquadrada como Microempresa (ME), pode faturar até R$ 360 mil;
  • Se for enquadrada como Empresa de Pequeno Porte (EPP), pode faturar até R$ 4,8 milhões;
  • Pode ser enquadrada no Simples Nacional e simplificar o recolhimento de impostos;
  • O empreendedor tem seus bens pessoais protegidos em caso de dívidas empresariais.

Sociedades empresárias

As sociedades empresárias são para duas ou mais Pessoas Físicas que se juntam para montar negócio. A Sociedade Empresária Limitada é o tipo de sociedade mais comum. Conheça as características desse tipo de empresa:

  • Capital social flexível;
  • Não tem limite de contratação de funcionários;
  • Se for enquadrada como Microempresa (ME), pode faturar até R$ 360 mil;
  • Se for enquadrada como Empresa de Pequeno Porte (EPP), pode faturar até R$ 4,8 milhões;
  • Pode ser enquadrada no Simples Nacional e simplificar o recolhimento de impostos;

   Botão Whatsapp         

Qual a melhor tributação para sua empresa?

Após definir o tipo de empresa, o empreendedor também precisa optar por um Regime Tributário, que vai definir a porcentagem de impostos a ser paga.

Abaixo, falamos um pouco sobre cada Regime Tributário e trazemos as alíquotas de cada um. Confira:

Simples Nacional

Empresas que faturam até R$ 4.800.000,00 por ano se enquadram no Regime do Simples Nacional.

Nesse regime, em uma única cobrança, o empreendedor paga os tributos referentes a IRPJ, CSLL, PIS / PASEP, COFINS, IPI, CPP e ICMS ou ISS (municipais). Conheça as alíquotas conforme o anexo correspondente ao tipo de atividade:

  • Anexo I – Comércio – 4% a 19%;
  • Anexo II – Indústria – 4,5% a 30%;
  • Anexo III – Serviços – 6% a 33%;
  • Anexo IV – Serviços advocatícios, serviços de limpeza, construção de obras, entre outros – 4,5 % a 33%;
  • Anexo V – Serviços jornalísticos, de auditoria, tecnologia, engenharia, entre outros – 15,5% a 30,5%.

Lucro Presumido

Empresas que faturam até R$ 78 milhões por ano podem ser enquadradas no regime do Lucro Presumido.

Para empresas de comércio, a alíquota é de 5,93%, além do ICMS, que em todo o estado de São Paulo é de 18% para a maioria dos produtos. Para empresas prestadoras de serviço, a taxa é de 13,33% a 16,33%.

Lucro Real

Empresas que faturam mais de R$ 78 milhões por ano são enquadradas obrigatoriamente no regime do Lucro Real. As porcentagens dos tributos são as seguintes:

  • 1,65% – PIS;
  • 7,60% – COFINS;
  • 15,00% – IRPJ;
  • 9,00%  – CSLL;
  • Adicional de 10% sobre o lucro trimestral maior que R$ 60 mil.

Não precisa se preocupar fazendo as contas. Um contador pode te ajudar a entender a opção mais vantajosa para sua empresa.

REDESIM 

O estado de São Paulo possui um Integrador Virtual VRE|REDESIM para facilitar o processo de abertura de empresa.

O objetivo do sistema é simplificar e reduzir tanto o tempo quanto o custo para a abertura de um novo negócio.

Nele, estão integrados todos os órgãos de registro, como as Juntas Comerciais, os Cartórios de Pessoas Jurídicas e a OAB, bem como as administrações tributárias e os órgãos licenciadores.

São 5 fases de registro: Viabilidade, preenchimento do Coletor Nacional, emissão da Inscrição Municipal, Registro no órgão de classe e licenciamento das atividades.

O sistema integra os dados de consulta de viabilidade do local, registro, inscrição e licenciamento das empresas.

Sistemas anteriores, como o Sistema Integrado de Licenciamento (SIL) e o Via Rápida Empresa, também foram integrados à REDESIM.

O processo é todo feito online por meio do portal da Redesim.

O que é Consulta de Viabilidade e para quê ela serve?

O empreendedor que quer saber como abrir empresa precisa saber mais sobre a Consulta de Viabilidade.

A Consulta de Viabilidade é feita tanto para a abertura de empresa quanto para alterar os dados cadastrais de uma empresa já existente.

Para consultar a viabilidade, o empreendedor deve enviar os dados de seu negócio para a Junta Comercial, para a prefeitura de Osasco e para a Secretaria da Fazenda por meio do portal da Redesim.

Cada órgão vai ficar responsável por uma verificação:

  • Junta Comercial – verifica se é possível usar o nome empresarial e se o Objeto Social é Válido;
  • Secretaria da Fazenda – analisa o Quadro Societário;
  •  Prefeitura – avalia se você pode realizar a atividade econômica no local informado, de acordo com o Regulamento de Zoneamento Urbano e o Código de Posturas Municipais.

Analisando a viabilidade do seu negócio, você também terá a confirmação a respeito da possibilidade de executar as atividades econômicas registradas no seu CNPJ.

Documentação para abertura da empresa 

Para continuarmos falando de como abrir empresa em Osasco, precisamos falar sobre os documentos que você vai precisar para fazer o passo a passo da abertura de empresa em Osasco.

O primeiro documento é o contrato social. Um contador pode te ajudar em sua elaboração, e em alguns casos, um advogado vai precisar assiná-lo.

O tipo de empresa, regime tributário e a atividade, definida pelo CNAE – Classificação Nacional de Atividades Econômicas, são informações que precisam estar no contrato social.

Você também vai precisar de outros documentos, como: 

  • 2 cópias autenticadas de RG e CPF do empreendedor ou sócios;
  • Comprovante de residência do empreendedor ou sócios;
  • IPTU ou comprovante de locação do imóvel em que a empresa irá atuar.

Passo a Passo para abrir empresa em Osasco

Com esses documentos em mãos, o empreendedor deve se dirigir à Junta Comercial do estado ou ao Cartório das Pessoas Jurídicas para registrar sua empresa.

Feito isso, o empreendedor poderá solicitar o CNPJ para sua empresa junto à Receita Federal.

Empresas do comércio precisam solicitar a Inscrição Estadual na Secretaria da Fazenda de São Paulo.

Já para abrir um negócio de prestação de serviços é necessário solicitar a Inscrição Municipal na prefeitura pelo portal Casa do Empreendedor, que também é quem emite o Alvará de Funcionamento.

O último passo para o empreendedor é fazer o cadastro de sua empresa no INSS. Assim, poderá recolher os tributos trabalhistas e ficar totalmente regularizado.

Pelo portal da Redesim, é possível fazer todas essas etapas online. Com isso, sua empresa já estará aberta e você poderá começar a atuar.

   Botão Whatsapp         

Como emitir Nota Fiscal?

Os empreendedores com empresa aberta e CNPJ regular junto à Receita Federal precisam emitir Notas Fiscais sobre seus serviços e produtos comercializados.

As Notas Fiscais podem ser dos seguintes tipos:

  • Nota Fiscal de Produtos Eletrônica (NF-e) – Empresas que comercializam produtos físicos fazem a emissão dessa nota por meio da Secretaria da Fazenda estadual. Ela está relacionada ao IPI e ao ICMS.
  • Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) – Prestadores de serviços fazem a emissão da nota fiscal por meio da prefeitura. Ela tem relação com o ISS.
  • Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e) – O varejo a emite para o consumidor final, em substituição ao cupom fiscal, por meio do Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos (SAT).

Para fazer as emissões, o empreendedor vai precisar de um programa emissor de notas. Ele pode ser baixado no site da Secretaria da Fazenda.

Com a autorização da Secretaria da Fazenda e um Certificado Digital, o empreendedor já poderá fazer suas emissões online.

O processo de emissão de Notas Fiscais fica muito mais fácil com o suporte de uma contabilidade. Fale com um contador agora mesmo!

É preciso contratar um contador para abrir uma empresa?

Quando decidem realizar o sonho de empreender, as pessoas até pensam nos serviços de uma contabilidade, mas muitos acham que sabem como abrir uma empresa em Osasco e não querem gastar dinheiro com um contador, preferindo fazer o processo de abertura de empresa sozinhos.

Quando o empreendedor pensa assim, está assumindo um grande risco para o seu negócio.

Isso porque, nem todas as pessoas sabem bem como montar negócio, e todas as etapas necessárias podem causar confusão.

Por exemplo, se registrar a atividade econômica errada no seu CNPJ, pode acabar tendo problemas em casos de fiscalizações da Receita Federal.

Outro exemplo é relacionado ao Regime Tributário. Por falta de conhecimento, o empreendedor pode acabar escolhendo um Regime Tributário no qual vai pagar muito mais impostos do que o necessário.

A função de uma contabilidade no momento da abertura de empresa é proteger o empreendedor de erros como esses.

Os contadores vão analisar todas as informações do seu negócio, e com isso vão conseguir indicar a melhor atividade, tipo de empresa, regime tributário e muito mais.

Assim, você terá a garantia de que sua empresa foi aberta do jeito certo, com a garantia de que você vai poder pagar o menor imposto possível dentro da lei.

O trabalho do contador é sinônimo de segurança e tranquilidade para o empreendedor desde a abertura do seu negócio.

A contabilidade também pode fazer todo o processo de abertura de empresa no lugar do empreendedor.

Assim, o empreendedor evita dores de cabeça com a burocracia, e em poucos dias pode começar sua atividade de forma lucrativa e segura.

Como um contador pode me ajudar a abrir um negócio próprio?

O empreendedor precisa ter alguns critérios antes de escolher uma contabilidade para lhe auxiliar a abrir um CNPJ no início de seu negócio.

O critério mais importante é verificar se está contratando uma contabilidade empreendedora, que vai apoiar o crescimento do seu negócio.

Com um serviço como esse, você terá garantia de contar com uma assessoria contábil de qualidade que quer ajudar Pequenas e Médias Empresas a crescerem.

Não precisa quebrar a cabeça para encontrar um serviço assim. Você já está no site do Quero Abrir Empresa, uma contabilidade empreendedora.

Já ajudamos centenas de empreendedores a começarem seus negócios e queremos te ajudar a abrir um negócio próprio bem sucedido e muito lucrativo.

Nossos especialistas estão à disposição para te ajudar desde o planejamento inicial do seu negócio e podem fazer todo o processo de abertura para você.

Além disso, o suporte do Quero Abrir Empresa não está limitado ao processo de abertura do seu negócio.

Quando você já estiver com seu negócio próprio montado, o Quero Abrir Empresa continua te ajudando com a gestão empresarial e com as áreas contábil, financeira e trabalhista.

Não perca tempo! Entre em contato com os consultores do Quero Abrir Empresa agora mesmo e garanta o melhor suporte para sua empresa!

   Botão Whatsapp         

Obrigado! Sua mensagem foi enviada.

Agradecemos pela confiança.
Em breve um consultor entrará em contato.

Empresário Inquebrável
Open chat